A VIDA É COMO NÓS A VEMOS :)

Uma característica minha e que guardo comigo a 7 chaves para ela não fugir, é o meu positivismo.

Não sou nada de me gabar, mas reconheço que tenho esta qualidade. Vejo as coisas de forma muito positiva, muito leve e com a certeza de que nada acontece por acaso… Resumindo… eu confio na vida!

É verdade o que leste no título deste artigo. A vida é como nós a vemos! A vida somos nós que a fazemos consoante as nossas crenças, desejos e objetivos. Cada um tem o poder de remar a favor daquilo que quer conquistar.
Cada um faz o seu próprio caminho, semeia as suas sementes, para mais tarde as colher…
Cada um é livre de fazer as suas escolhas, algumas delas erradas, mas isso é o que nos define enquanto humanos! Caímos, podemos até desfolar os joelhos ou partir um pé, mas por isso é que temos duas pernas; as feridas nos joelhos mais tarde ou mais cedo vão sarar e o pé dentro de uns meses vai estar em forma novamente! E aí, talvez tenhamos mais cuidado enquanto jogamos à bola ou andamos na rua, porque de certeza que não vamos querer magoar-nos  novamente.

“Ok André! É muito fácil falar ainda por cima sendo tu um miúdo de 16 anos, que ainda nada sabe sobre a vida!”.
Ok, isso pode ser verdade no sentido em que ainda tenho muito por viver, ainda tenho muito por aprender e aí eu concordo. Mas passo a explicar o meu ponto de vista:
Enquanto uns vêem uma tempestade, eu vejo que sem ela não saberíamos dar valor ao sol e ao céu limpo. Alguns vêem uma rajada de vento que deixa tudo numa confusão, eu vejo uma forma natural de renovar as coisas.


“Eu posso ter a profissão que sempre desejei, posso ter uma vida financeiramente desafogada, posso ter o carro dos meus sonhos e, ao mesmo tempo, sentir que não tenho nada, pois mesmo que tenha tudo o que sempre quis, posso continuar a sentir-me irrealizado, insatisfeito, vazio e só. Por outro lado, posso ter muito pouco aos olhos da sociedade, uma profissão difícil, mal remunerada e sem prestígio social, uma casa muito simples e sem luxos, uma vida aquém daquilo que normalmente se espera quando se criam sonhos e, mesmo assim, contra todas as expectativas, sentir-me cheio e agradecido. Sentir que tenho tudo o que preciso para ser feliz e sentir realização em cada um dos dias da minha vida, sentir-me um verdadeiro afortunado.” Blog-Trinta por uma linha.


Confesso que já tinha saudades de escrever estes posts mais introspectivos, de reflexão, e espero que tenha passado a minha mensagem…
Sei que alguns podem achar uma grande seca, mas prometo que é só de vez em quando! 🙂
Se gostaste, deixa o teu like e partilha no teu facebook! 😉
Podes encontrar mais posts deste tipo Aqui!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s